Três pilares que sustentam a gestão da qualidade dentro da empresa
>
>
Três pilares que sustentam a gestão da qualidade dentro da empresa
Três pilares da gestão da qualidade

Quando pensamos em gestão da qualidade, parece complicado colocar em prática ações simples e eficientes que facilitem a rotina dentro da empresa. Contudo, não é tão difícil assim. Ao contrário, a gestão da qualidade deve ser simples e de fácil aplicação, se não, possivelmente, há algo errado no processo.

A afirmação é do especialista da HGB Consultoria e Gestão, Marcio Couto. O assunto foi abordado durante o Webinar promovido pela GestQual. Graduado em Administração de Empresas e Pós-Graduado em Gestão Empresarial, atua há mais de 25 anos na área e tem vasta experiência em implementação, manutenção, auditorias e treinamentos em Sistema de Gestão da Qualidade, Ambiental, de Saúde e Segurança do Trabalho, Eficiência Energética, Gestão de Processos, Mapeamento e Melhoria de Processos. 

Para ele, as organizações que aplicam alguma ferramenta de gestão já têm práticas implementadas e, portanto, têm meio caminho andado. “Muito provavelmente, diversos requisitos previstos nas normas já vêm sendo aplicados nessas empresas, então, a questão é apenas verificar e formatar essas informações e todos os processos de maneira mais lógica, mais cadenciada. E dá para ser simples, menos é sempre mais”, destaca Couto.

Em sua palestra, Marcio fez questão de focar na empresa que se preocupa com a qualidade no sentido amplo da palavra, isto é, com foco no desempenho da organização. E não apenas pensando em cumprir a obrigação a fim de se dar bem nas auditorias. Qualidade é mais do que isso! 

Primeiro pilar: eficácia e satisfação do cliente

Produzir de forma certa, consumindo os recursos da maneira mais adequada, para que o produto seja entregue ao cliente conforme o planejado, isto é, como foi combinado. Afinal, o cliente pagou por isso. E cliente satisfeito é quem mantém a empresa viva. 

“O cliente satisfeito volta, compra mais, indica mais cliente e traz mais dinheiro. Nunca podemos nos esquecer disso. E se o cliente pagou, ele espera receber algo. Nesse sentido, é muito importante focar no desempenho da organização, em trabalhar para ter o cliente satisfeito, instigar o consumo de maneira mais apropriada, para garantir a eficácia. E esta, por sua vez, garante a satisfação do cliente, que mantém a roda da empresa girando”, ressalta.

Segundo pilar: eficiência organizacional

Embora agradar o cliente seja essencial, focar na eficiência organizacional é fundamental. Caso contrário, ao voltar da entrega de um produto para um cliente, você pode morrer na praia. 

“De nada adianta ser eficaz, se não se é eficiente. Todo o faturamento obtido com os clientes muito satisfeitos será consumido por sua ineficiência, isto é, será consumido pelos retrabalhos necessários para produzir algum produto que esteja bom. Então, é preciso definir bem os processos e formatá-los estrategicamente”, reforça Couto. 

Terceiro pilar: alvo bem definido

Por outro lado, de nada adianta ser eficaz, ser eficiente, se sua empresa não tiver um rumo bem definido, um target, um alvo. Em outras palavras, é preciso ter um direcionamento estratégico. 

“Por incrível que pareça, muitas empresas trabalham e vivem há um bom tempo sem uma convergência para um comum estratégico. Mas ter essa definição é essencial, porque é o que vai nortear toda a equipe para auxiliar a empresa a percorrer esse caminho em busca justamente da realização eficiente por meio dos seus processos”, conclui o consultor. 

Fator fundamental na gestão de qualidade

Um dos pontos destacados por Marcio Couto durante o Webinar foi o apoio da Direção na implementação e execução da gestão da qualidade. Ter certeza de que o corpo executivo entende que a qualidade tem uma função estratégica é parte inerente ao sucesso da gestão.

“Para se ter ideia, a primeira fase da ISO 9001 diz que a implementação de um sistema de gestão da qualidade é uma decisão estratégica. Isso quer dizer que o corpo executivo, que entende da ferramenta, acredita que ao implementá-la, vai ajudar sobremaneira a organização a ser mais eficaz, mais eficiente e buscar o direcionamento estratégico”, comenta.

Ou seja, a alta direção tem que ser a primeira a acreditar no negócio, pois é a partir daí que se estabelece o direcionamento das ações para toda a equipe. E os colaboradores devem estar engajados no propósito definido, por isso ele deve ser claro e estar muito bem registrado. 

“A gestão da qualidade faz parte do dia a dia de todos em uma empresa. Identificar não conformidades é parte da rotina de cada um da organização. E essa orientação vem da alta direção, que deve não só incorporar as práticas na rotina, como também deixar saber lidar com o colaborador que aponta uma não conformidade. Porque se quando ele vier abordar esse assunto, se sentir acuado, certamente vai ficar com medo de falar, e o gestor pode deixar a não conformidade passar”, exemplifica. 

Descomplicando a Prática

Durante o webinar, Marcio Couto afirmou várias vezes que a gestão da qualidade deve ser simples, sem complicações. Tudo tem que ser muito bem pensado, bem estruturado, ter lógica, cadência, combinar regras que devem estar claras para serem seguidas por quem vai executar etc. 

O registro dos processos a serem seguidos, dos riscos a serem evitados e das não conformidades a serem corrigidas é ponto fundamental. E uma das ferramentas que simplificam esse processo é um software de gestão da Qualidade. Isso porque, no sistema é possível registrar informações, guardar documentos, vincular ações, inserir e padronizar treinamentos, enfim, são inúmeras as facilidades. 

As principais características do GestQual, por exemplo, revelam em si os seus benefícios: um software moderno, que disponibiliza importantes ferramentas, como o mapeamento de processos e o controle de documentos, conforme a necessidade da empresa. 

Com um software de gestão da qualidade fica mais simples garantir o atendimento às diversas normas, em especial na área da saúde, promover a organização e a democratização de informações e, ainda, reduzir custos. 

Para saber mais detalhes sobre o GestQual, clique aqui e entre em contato conosco. E se quer ter mais informações sobre consultoria em Gestão da Qualidade, clique aqui e conheça a HGB Consultoria e Gestão.

E após concluir a leitura deste artigo, vale a pena acessar o nosso canal no Youtube e assistir ao Webinar na íntegra. Certamente, muitos insights surgirão a partir dessa conversa.

Compartilhar:

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart